Comparação Lula x FHC 1 – O salário mínimo

Motivado pelo ataque cibernético vergonhoso que o jornalista do DIAP Marcos Verlaine sofreu de Ricardo Noblat e sua claque, decidi criar a série: Comparação Lula x FHC para dar continuidade a discussão do post Rebatendo as mentiras da imprensa partidária e seguir com as comparações entre os governo Lula X FHC, que os jornalistas serristas tanto temem e procuram atacar, com as fontes que eles tanto pedem, porque a gente precisa desenhar para esse pessoal entender o que todo brasileiro humilde sabe de cor e salteado sem precisar consultar fonte alguma.

O post de hoje é um comparativo da evolução do salário mínimo nos dois governos, com o aumento real obtido em cada período e a maior cotação de salário mínimo em dolar e em cestas básicas que cada governo conseguiu. Os valores do Dólar no período FHC foram obtidos com data máxima de 07 de janeiro para poder comparar os dois governos em períodos semelhantes e rechaçar a choradeira de sempre que a eleição de 2002 contaminou a cotação da época. A variação da inflação é contada nos dois períodos completos, sendo que a inflação para 2010 é baseada nas projeções do Banco Central. Mais a frente publicaremos outras continuições desse artigo com comparações de outros índices. Abaixo algumas considerações e resumo:

Dados:

  • Salário mínimo governo FHC -  01/01/1995= R$ 70,00 -  2002= R$ 200,00 - variação em 8 anos= R$ 130,00 (186%) que subtraídos de uma inflação* de 100, 66%, dá um aumento real de 85,34%;
  • Dólar** governo FHC = 01/01/1995 = R$ 0,844  07/01/2002= R$ 2,342;
  • Salário Mínimo em Dolar FHC = Melhor cotação- Maio de 1998 = U$ 113,05 (salário R$ 130,00 USD=R$ 1,150);
  • Salário mínimo governo Lula =  01/01/2003= R$ 200,00   01/01/2010= R$ 510,00  variação em 8 anos= R$ 310,00 (155%)  que subtraídos de uma inflação* de 54,03%*** no período de 2003 a 2010, dá um aumento real de 100,97%;
  • Dólar** governo Lula = 01/01/2003 = R$ 3,522  07/01/2010= R$ 1,174;
  • Salário Mínimo em Dolar Lula = Melhor cotação- Janeiro de 2010 = U$ 296,17 (salário R$ 510,00 USD=R$ 1,722) .

Por daSilvaEdison

Len,

A relação do mínimo com o valor da cesta básica parece representar melhor o que se passa no cotidiano das pessoas.

Ainda mais quando sabemos que o valor do Dólar foi mantido em patamares artificiais na década passada.

Sugiro então que acrescente na tabela, no item “Salário Mínimo”, mais esse critério de comparação.

Os dados para isso foram publicados recentemente pelo Dieese.

A relação Mínimo/Cesta Básica saiu de 1,2 em 1995 para 1,4 em 2002 e 2,1 agora em 2010.

Confira aqui:

http://www.dieese.org.br/esp/notatec86SALARIOMINIMO2010.pdf

Relação Salário mínimo / cesta básica (clique na imagem para ver a magem  com melhor resolução)

Como podemos ver pelo gráfico do DIEESE, um salário mínimo no início do governo FHC dava para comprar 1,02 cestas básicas, e ao final de 8 anos consguia comprar 1,42 cestas, em um aumento de 39% no poder de compra do salário mínimo medido em cestas básicas. No governo Lula o salário mínimo tem sucessivos aumentos substanciais a partir de 2005, passando a comprar mais de duas cestas básicas em 2009 e se chegando a 2010 ao patamar de compra de 2,17 cestas, o maior quociente desde o início da série histórica em 1979, o que repreenta um aumento do poder de compra do salário mínimo medido em cestas básicas da ordem de 53%.

Salário mínimo ajustado em Reais de jan/2010 (clique na imagem para ver a magem  com melhor resolução)

Reajustando os valores da série histórica do salário mínimo para os valores reais de janeiro de 2010 (deflacionados por projeção do ICV – estrato inerior), podemos perceber que o salário de 2010 é o maior desde 1986.

Resumindo:

Lula FHC
Maior Salário Mínimo em dólar em 8 anos de governo U$ 296,17 em janeiro de 2010 U$ 113,05 em Maio de 1998
Variação da relação salário mínimo/cesta básica 1,42 – 2,17  – > 53% 1,02 – 1,42  – > 39%
Ganho Real do Salário (Aumento – Inflação) 101% 85%

Fontes:

Cotação dolar histórica - Banco Central do Brasil

Série histórica salário mínimo - Portal Brasil

Série histórica inflação IPCA - IBGE

Série histórica relação Salário mínimo x cestas básicas – DIEESE

*Inflação baseada na série histórica do IPCA do IBGE.

** Dolar – cotação BC venda flutuante ou venda, dependendo da época pesquisada.

*** Com base na última previsão do BC para 2010 com IPCA de 4,5%.

LEN About LEN
Químico, microempresário, consultor de empresas, libertário de esquerda e agnóstico. Sem compromisso algum que o impeça de exercer de forma irrestrita o seu direito de liberdade de expressão e de criticar jornalistas, veículos de comunicação, partidos políticos, autoridades e personalidades públicas.

Siga o autor no Twitter!

Outros posts da série

  1. Comparação Lula x FHC 1 - O salário mínimo
  2. Comparação Lula x FHC 2 - Dívida pública e PIB
  3. Comparação Lula x FHC 3 - Geração de empregos e taxa de desemprego
  4. Comparação Lula x FHC 4 - Saindo da pobreza
  5. Comparação Lula x FHC 5 - Indicadores econômicos e de atividade
  6. Comparação Lula x FHC 6 – Combatendo o desmatamento

41 comments on “Comparação Lula x FHC 1 – O salário mínimo

  1. Sbentenar disse:

    - Contra fatos não há argumerntos embora para o PIG contra argumemntod não há fatos. Não esqueçamos que continua fértil o ventre que gerou a coisa imunda(ditadura).

    Avalie o comentário: Positivo 9 Negativo 6

  2. LEN disse:

    Me parece que eles não tem nem argumentos nem fatos, risos. Valeu por participar Sbentenar, abraços.

    Avalie o comentário: Positivo 4 Negativo 7

    • LEN disse:

      Você tem razão, a comparação ainda teria sido pior para o FHC porque quando o salário mínimo atingiu patamares maiores em relação ao dólar no governo dele justamente no período da âncora cambial. Já acrescentei a sua correta intervenção.

      Acompanho suas opiniões desde 2005 no blog do Noblat e depois no Nassif e outros blogs de política, fico feliz que tenha visitado o nossa casa e contribuido para engrandecer a discussão. Sua participação é sempre benvinda. Abraços.

      Aproveito para convidar quem quiser participar mais ativamente como o DasilvaEdson, seja para agregar, seja para discordar, os artigos estão abertos indefinidamente e sempre em construção para quem quiser contriuir.

      Avalie o comentário: Positivo 2 Negativo 4

  3. daSilvaEdison disse:

    Len,

    A relação do mínimo com o valor da cesta básica parece representar melhor o que se passa no cotidiano das pessoas.
    Ainda mais quando sabemos que o valor do Dólar foi mantido em patamares artificiais na década passada.

    Sugiro então que acrescente na tabela, no item "Salário Mínimo", mais esse critério de comparação.

    Os dados para isso foram publicados recentemente pelo Dieese.
    A relação Mínimo/Cesta Básica saiu de 1,2 em 1995 para 1,4 em 2002 e 2,1 agora em 2010.
    Confira aqui: http://www.dieese.org.br/esp/notatec86SALARIOMINI

    E aproveito para cumprimentá-lo pelo trabalho.

    Avalie o comentário: Positivo 3 Negativo 1

  4. Abbud disse:

    Ola LEN, não vou comentar nada, apenas deixar que o próprio comparado responda a todos os seus argumentos, da sua séria de comparações:

    SEM MEDO DO PASSADO

    Fernando Henrique Cardoso

    O presidente Lula passa por momentos de euforia que o levam a inventar inimigos e enunciar inverdades. Para ganhar sua guerra imaginária, distorce o ocorrido no governo do antecessor, autoglorifica-se na comparação e sugere que se a oposição ganhar será o caos. Por trás dessas bravatas está o personalismo e o fantasma da intolerância: só eu e os meus somos capazes de tanta glória. Houve quem dissesse “o Estado sou eu”. Lula dirá, o Brasil sou eu! Ecos de um autoritarismo mais chegado à direita.

    Lamento que Lula se deixe contaminar por impulsos tão toscos e perigosos. Ele possui méritos de sobra para defender a candidatura que queira. Deu passos adiante no que fora plantado por seus antecessores. Para que, então, baixar o nível da política à dissimulação e à mentira?

    A estratégia do petismo-lulista é simples: desconstruir o inimigo principal, o PSDB e FHC (muita honra para um pobre marquês…). Por que seríamos o inimigo principal? Porque podemos ganhar as eleições. Como desconstruir o inimigo? Negando o que de bom foi feito e apossando-se de tudo que dele herdaram como se deles sempre tivesse sido. Onde está a política mais consciente e benéfica para todos? No ralo.

    Na campanha haverá um mote – o governo do PSDB foi “neoliberal” – e dois alvos principais: a privatização das estatais e a suposta inação na área social. Os dados dizem outra coisa. Mas os dados, ora os dados… O que conta é repetir a versão conveniente. Há três semanas Lula disse que recebeu um governo estagnado, sem plano de desenvolvimento. Esqueceu-se da estabilidade da moeda, da lei de responsabilidade fiscal, da recuperação do BNDES, da modernização da Petrobras, que triplicou a produção depois do fim do monopólio e, premida pela competição e beneficiada pela flexibilidade, chegou à descoberta do pré-sal. Esqueceu-se do fortalecimento do Banco do Brasil, capitalizado com mais de R$ 6 bilhões e, junto com a Caixa Econômica, libertados da politicagem e recuperados para a execução de políticas de Estado.

    Esqueceu-se dos investimentos do programa Avança Brasil, que, com menos alarde e mais eficiência que o PAC, permitiu concluir um número maior de obras essenciais ao país. Esqueceu-se dos ganhos que a privatização do sistema Telebrás trouxe para o povo brasileiro, com a democratização do acesso à internet e aos celulares, do fato de que a Vale privatizada paga mais impostos ao governo do que este jamais recebeu em dividendos quando a empresa era estatal, de que a Embraer, hoje orgulho nacional, só pôde dar o salto que deu depois de privatizada, de que essas empresas continuam em mãos brasileiras, gerando empregos e desenvolvimento no país.

    Esqueceu-se de que o país pagou um custo alto por anos de “bravata” do PT e dele próprio. Esqueceu-se de sua responsabilidade e de seu partido pelo temor que tomou conta dos mercados em 2002, quando fomos obrigados a pedir socorro ao FMI – com aval de Lula, diga-se – para que houvesse um colchão de reservas no início do governo seguinte. Esqueceu-se de que foi esse temor que atiçou a inflação e levou seu governo a elevar o superávit primário e os juros às nuvens em 2003, para comprar a confiança dos mercados, mesmo que à custa de tudo que haviam pregado, ele e seu partido, nos anos anteriores.

    Os exemplos são inúmeros para desmontar o espantalho petista sobre o suposto “neoliberalismo” peessedebista. Alguns vêm do próprio campo petista. Vejam o que disse o atual presidente do partido, José Eduardo Dutra, ex-presidente da Petrobras, citado por Adriano Pires, no Brasil Econômico de 13/1/2010. “Se eu voltar ao parlamento e tiver uma emenda propondo a situação anterior (monopólio), voto contra. Quando foi quebrado o monopólio, a Petrobras produzia 600 mil barris por dia e tinha 6 milhões de barris de reservas. Dez anos depois, produz 1,8 milhão por dia, tem reservas de 13 bilhões. Venceu a realidade, que muitas vezes é bem diferente da idealização que a gente faz dela”.

    O outro alvo da distorção petista refere-se à insensibilidade social de quem só se preocuparia com a economia. Os fatos são diferentes: com o Real, a população pobre diminuiu de 35% para 28% do total. A pobreza continuou caindo, com alguma oscilação, até atingir 18% em 2007, fruto do efeito acumulado de políticas sociais e econômicas, entre elas o aumento do salário mínimo. De 1995 a 2002, houve um aumento real de 47,4%; de 2003 a 2009, de 49,5%. O rendimento médio mensal dos trabalhadores, descontada a inflação, não cresceu espetacularmente no período, salvo entre 1993 e 1997, quando saltou de R$ 800 para aproximadamente R$ 1.200. Hoje se encontra abaixo do nível alcançado nos anos iniciais do Plano Real.

    Por fim, os programas de transferência direta de renda (hoje Bolsa-Família), vendidos como uma exclusividade deste governo. Na verdade, eles começaram em um município (Campinas) e no Distrito Federal, estenderam-se para Estados (Goiás) e ganharam abrangência nacional em meu governo. O Bolsa-Escola atingiu cerca de 5 milhões de famílias, às quais o governo atual juntou outras 6 milhões, já com o nome de Bolsa-Família, englobando em uma só bolsa os programas anteriores.

    É mentira, portanto, dizer que o PSDB “não olhou para o social”. Não apenas olhou como fez e fez muito nessa área: o SUS saiu do papel à realidade; o programa da aids tornou-se referência mundial; viabilizamos os medicamentos genéricos, sem temor às multinacionais; as equipes de Saúde da Família, pouco mais de 300 em 1994, tornaram-se mais de 16 mil em 2002; o programa “Toda Criança na Escola” trouxe para o Ensino Fundamental quase 100% das crianças de sete a 14 anos. Foi também no governo do PSDB que se pôs em prática a política que assiste hoje a mais de 3 milhões de idosos e deficientes (em 1996, eram apenas 300 mil).

    Eleições não se ganham com o retrovisor. O eleitor vota em quem confia e lhe abre um horizonte de esperanças. Mas se o lulismo quiser comparar, sem mentir e sem descontextualizar, a briga é boa. Nada a temer.

    Avalie o comentário: Positivo 14 Negativo 10

    • ALBERTO SALES disse:

      É óbvio que qualquer governo, qualquer, vai sempre fazer algo pelo social (se não for assim, há sempre uma revolução social)… Mas, meu caro,se se for comparar o que se fez nesses últimos 18 anos, é mais que óbvio que o governo do PT (que realmente deixou muito a desejar, principalmente na questão da ética que ele tanto defendia) fez muito mais pelos menos favorecidos do que o PSDB e seus seguidores. Claro,, a catarse é necessária e ela está ocorrendo com um controle mais efetivo de nossas instituições e com punições para quem as merece levar!
      O PSDB promoveu melhoras, sem dúvida, você até as citou, mas não se pode negar, não se pode, que o O PT também contribuiu e está contribuindo para a melhoria da maior parte da população!
      Sem querer comprar briga (que não sou infantil de ficar brigando por pessoas ou partidos), só deixo registrada a minha opinião de que nunca existiu aqui o maniqueísmo propalado por quem fica na oposição (seja ela de direita ou esquerda) lutando pra, um dia, voltar à situação! Negar o que de bom foi feito não é exclusividade do PT, pode ter certeza!
      Em tempo: não sou filiado ao PT!

      Avalie o comentário: Positivo 6 Negativo 1

    • Edmilson disse:

      O FHC só não respondeu os números, gosta tanto mas não respondeu os da pesquisa, precisa avisar ele também que o último ano de governo dele foi 2002 ele está contando vantagens de coisas que aconteceram em 2007 pode isso? E o primeiro bolsa família que funcionou de verdade realmente foi no DF o governador chamava-se Cristovão Buarque do PT este de Campinas foi só para Inglês ver.

      Avalie o comentário: Positivo 6 Negativo 2

      • Bruno disse:

        Me desculpa, mas chego a ficar com vergonha do analfabetismo funcional, ou seletivo da sua resposta.

        Mas eu acho interessante em que todas as comparações PTistas ou PSDBistas, só um lado vença.

        Não existe uma comparação real sequer, votamos assim como torcemos para times de futebol… Somente naquele no qual já seguramos a bandeira.

        Avalie o comentário: Positivo 2 Negativo 1

  5. ANDRE SANTOS disse:

    SE FOR OLHAR TODAS AS DIFERENÇAS O QUANTO O GOVERNO LULA E SUPERIOR,FICARIAMOS MESES E MESES AQUI ESCREVENDO, O RESUMIDO E NFATO, FHC,SERRA,ALKIMIN,KASSAB, SAO A DESGRAÇA DO BRASIL, BASTA AQUI CITAR UM UNICO FATO, ESTAMOS CIENTES DE QUE O QUE MOVE O BRASIL SAO AS MONTADORAS DE AUTOMOVEIS , QUE ALIAS COMO PODEMOS ACOMPANHAR VEM BATENDO RECORDES X RECORDES, ENQUANTO NO GOVERNO COVARDE DO PSDB COMO BASTA REFRESCARMOS A MEMORIA , TODO FIM DE ANO ERA SAGRADO DEMISSOES E FERIAS COLETIVAS , O QUE NOA OCORRE A 8 ANOS, ALIAS O GOVERNO COVARDE DO PSDB QUER DESTRUIR O BRASIL COMO VEM ACABANDO COM SP, COMO PODEMOS ACOMPANHAR NA PESSIMA ADMINISTRACAO DO JE PEDAGIO ( SERRA ) QUE TEM A CORAGEM DE COLOCAR AQUELA PROPAGANDA NA TELEVISAO INFORMANDO QUE SP POSSUI AS MELHORES RODOVIAS, E CLARO QUE POSSUI PARA SE IR ATE BAURU MISEROS 250 KM ( IDA E VOLTA SE GASTA QUASE R$ 100,00 DE PEDAGIO ) OU SEJA SE VOCE TIVER UM CARRO POPULAR 4 VIAGENS COMO O QUE SE GASTA COM PEDAGIO DARIA PARA TROCAR TODOS PNEUS DO CARRO, AGORA FALA A VERDADE SERA QUE NAO ROLA ALGUM BENEFICIO PAR AO PSDB, NOSSA PORQUE UM NEGOCIO DE HORA COMO ESSE QUE FOI PASSADO AS CONCESSINARIAS DE PEDAGIO, COM CERTEZA DEVE ROLAR MUITOS PRESENTINHOS $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    EU SEI QUE O PAVO DE SP E DESPROVIDO DE INTELIGENCIA AGORA ESPERAMOS QUE NAS PROXIMAS ELEIÇOES O RESTO DO PAIS NAO SEJA, PROCURE AO MENOS OLHAR AS DIFERENÇAS QUE SAO INFINITAS, FORA PSDB ( FHC NUNCA MAIS )

    Avalie o comentário: Positivo 13 Negativo 15

  6. Walter disse:

    Vamos comparar o que? um destruiu a país e o outro reconstruiu a país! isso é fato, basta lembrarmos que no governo do sr FHC quando anunciava uma crise la nas bermudas nao sei da onde? o Brasil paralizava, tremia, e a inflação subia, virava uma ZONA, ou to mentindo? vejamos a mais recente crise MUNDIAL (diga se EUA) e (EUROPA) quebrou ate o Japao, e o BRASIL sofreu, mas muito menos que esses países(DESENVOLVIDO) isso é fato, e o povo brasileiro deve isso ao LULA e sua administração, hoje o LULA está mediando confronto internacional, participando do G8, etc, na era FHC o mundo nem sabia que ele existia, conseguimos com este presidente que o povo brasileiro seja ao menos respeitados pelo mundo afora, atraves do LULA, vem ai a COPA DO MUNDO, AS OLIMPÍADAS, QUEREM COMPARAR O QUE? e nem vou escrever sobre renda, salarios,educação(ainda é ruim em todo país, mara era pior).

    Avalie o comentário: Positivo 13 Negativo 11

  7. Abbud disse:

    VAMOS APRENDER A COMPARAR?

    Em geral as opiniões de uma parte representativa dos internautas é a maior prova de injustiça, ignorância e insanidade que infelizmente a sociedade brasileira já viveu na história recente, e que ainda por cima representa uma parcela da sociedade que tem acesso a internet, e que teoricamente é a elite do acesso à informação no Brasil.

    Gostaria de colocar algumas impressões que julgo importantes.

    Primeiro aprovação é uma coisa, comparação e responder quem fez mais e foi melhor para o Brasil é outra completamente diferente.

    Aprovar o Governo LULA, significa responder se o Brasil acredita que LULA esta fazendo um bom Governo, já comparar é responder por exemplo, se ao invés de LULA, Alckmin ou Serra estivem no Governo, quem teria melhores resultados? e ai mora a cegueira nacional, fruto da complexidade da avaliação por uma sociedada infelizmente sem capacidade de avaliações complexas.

    Para ser didático, comparar LULA com FHC seria o mesmo que comparar Senna com Schummacher, que correram em épocas diferentes, carros diferentes, condições de direção diferentes, e principalmente adversários de níveis totalmente diferentes, uma análise "popular" dos números nos levaria a conclusão de que Schummacher foi muito, mas muito melhor do que Senna, afinal enquanto o então "Deus" do volante ganhou tudo e 7 campeonatos, o "incopetente" Senna apenas 3!

    Mas a verdade contextualizada e técnica dos fatos, comprovadas pelos especialistas e a historia recente, nos mostram que Senna foi melhor piloto do que Schummacher.

    Como pretende um dia LULA, Schummacher voltou, afinal LULA tem este direito e é um politico profissional, portanto se não se candidatar a nada, não saberá fazer outra coisa na vida.

    Mas felizmente a história e o paralelo do mundo da Fórmula 1 hoje nos conta uma versão diferente e mais clara, Schummacher o então "Deus", perde até para o seu jovem companheiro de equipe, e não consegue evitar a ultrapassagem do injustiçado Rubinho, mesmo utilizando de trapaças e sacanagens que seu político análogo também costuma usar!

    Abraços

    Avalie o comentário: Positivo 16 Negativo 11

  8. Eduardo disse:

    Creio que a comparação do Abbud entre Senna e Schumacher não representa a verdade, pois Senna é ainda hoje um piloto muito popular na F1, ou estou errado? Creio que em vários países, principalmente o Principado de Mônaco e Japão, Senna por seu modo de pilotar e de ser, conquistou os amantes deste esporte. Schumacher conquistou sim vários títulos, quebrou vários recordes, porém, sempre teve atitudes impopulares e desleais, o que reduz significativamente o efeito de seus feitos sobre a população em geral.

    Deste modo, julgo que a análise comparativa do Abuud não é representativa, pois não é multicritério e não leva em conta fatores relevantes em sua análise tais como, a subjetividade imagética do sujeito, decorrente de posturas, da magnitude das ações e da identificação deste sujeito com os demais, o que além de outros pontos, refletem na popularidade de um em relação ao outro. Popularidade aqui que não deve ser confundida com populismo.

    Conclusivamente, poderia dizer que a análise do Abuud é um tanto quanto simplória, pois o exemplo dado sugere que Schumacher é mais popular que Senna.

    O inglês Martin Brundle, rival de Senna dos tempos da Fórmula 3 e atual comentarista das provas de F-1 da ITV britânica, diz: "Senna era melhor que Schumacher". Ele tinha mais talento e era muito mais natural, uma pessoa muito mais emotiva que Schumacher", sentencia o ex-piloto.

    Existem outros fatores além dos números, recordes, cenários, condições de pilotagem (ou governo), muito mais subjetivos, os quais um comentário simplista não consegue abarcar. Até por que, a análise “popular” na sua grande maioria, não faz usos de números e estatísticas. Na verdade, o alcance dos resultados das ações do governo (projetos, programas, planos) é seduzem a parcela da população considerada “menos esclarecida” (“menos reflexiva”), criando um sentimento de valorização e auto-estima.

    Não venha falar de Marketing político no caso Lula x FHC, já que o primeiro contou com um marketing político midiático negativo muito mais forte.

    Não utilize de soberba, um povo ignorante pode ser caracterizado como tal, por comentários preconceituosos e, aí sim, ignorantes.

    Avalie o comentário: Positivo 6 Negativo 7

    • Abbud disse:

      Olá Eduardo, desculpe por não deixar claro minha analogia.

      Apenas quis mostrar de forma didática, que os números descontextualizados não querem dizer nada, e quando utilizamos dos mesmos parametros em uma comparação entre Senna e Schummacher, chegamos a conclusão de que Shummacher foi melhor do que Senna, fato que voce mesmo discordou, apesar de ter utilizado como parâmetro principal a popularidade e a pessoa e não a eficiência técnica, aliás parametro igualmente pobre, portanto o mesmo não pode ser feito entre FHC e LULA de forma descontextualizada e não técnica.

      A pergunta é: Quem foi melhor piloto, que conseguiu tirar mais do carro, e que se estivessem correndo a mesma corrida com o mesmo carro chegaria na frente?

      Ou: Que Presidente na mesma situação e momento teria feito mais pelo Brasil?

      Considerar Popularidade e Personalidade é mais um erro de análise, não precisamos necessariamente de um Presidente Popular e Bom, precisamos de um Bom Presidente para a População! Rubinho como pessoa é melhor do que muitos outros pilotos, mas nem por isso ele é o melhor piloto.

      Quanto a ignorância do povo brasileiro não é um preconceito, é uma conclusão particular, o que não é culpa do povo, apenas uma consequência da falta de informação e educação, e que portanto deve ser combatida.

      Preconceito é achar que a discordância e o questionamento da lógica popular brasileira é soberba ou preconceito, mas não poderia esperar nada diferente vindo da mesma lógica, presa no ciclo perverso da ignorância.

      Abraços

      Avalie o comentário: Positivo 9 Negativo 6

    • skytter disse:

      Parabéns aos ignorantes petistas!
      Dá pra ver que são analfabetos até pelo jeito como escrevem seus comentários.

      Avalie o comentário: Positivo 10 Negativo 12

      • LEN disse:

        Eu sei que deve estar sendo difícil lidar com mais uma vitória do presidente Lula, mas você pode fazer melhor que isso.

        Avalie o comentário: Positivo 9 Negativo 8

  9. Vinicius disse:

    Por essas e por outras que sou Serra. Se o PSDB pegou um pais destruido pela turma que hoje apoia Lulla e Dilma e conseguiu fazer tudo isso e o Lulla que pegou tudo certinho e organizado só continuar não deu conta de fazer nada extraordinario como o FHC conseguiu. Então viva o PSDB e dia 31 é 45 por um Brasil ético, resposanvel e igualitario

    Avalie o comentário: Positivo 14 Negativo 9

  10. Vécio Peixoto disse:

    Vinícius sugiro você lê um pouco sobre a história político/partidária do país. Por isso recomendo o link a seguir, que apesar do título poder assutar aos PSDBistas, o conteúdo é muito bom, pois fala dos políticos e suas relações com os partidos e o poder no Brasil de 1964 até 2010.

    http://www.consciencia.net/por-que-serra-e-o-herdeiro-politico-da-ditadura/

    Avalie o comentário: Positivo 1 Negativo 5

  11. nos adoramos o que o lula faz pelo brasil e se nos podessemos o lula ainada seria nosso presidente por muitos e muitos anos …

    Avalie o comentário: Positivo 2 Negativo 9

  12. [...] sem conhecimento de causa; outros por pura inveja…   Pra saberem do que estou falando, clique aqui [...]

    Avalie o comentário: Positivo 0 Negativo 2

  13. Thiago Alcantara disse:

    Parem de utilizar esses numeros para comparar governos.
    Tudo bem que ao analisarmos em qual periodo ( em qual governo ) o salario minimo foi maior em relaçao ao dolar ou entao analisarmos a inflaçao durante esses periodos, muitos irão concluir que o governo Lula (PT) foi ”melhor” e mais estável que o de FHC (PSDB). A questão é que sem o governo de FHC o de Lula seria um completo fiasco, é impossivel comparar o governo de um homem como Fernando Henrique (sociologo, cientista politico e professor inclusive no exterior (( Universidade de Paris )) com o de Lula. Fernando além de ser muito bem preparado, foi um visionário .. Nao se esqueçam que foi ele quem criou o Bolsa Escola ( depois aperfeiçoado e transformado em Bolsa Familia graças à uma melhoria financeira que teve inicio tambem no governo de FHC ) Hoje o bolsa familia é um dos projetos mais aclamados pelo povo e todos o conhecem como sendo um projeto de Lula, que na verdade apenas o popularizou utilizando das ideias magnificas de FHC para seu proprio merito. Aproveitem que este ano haverá eleição e começem a ler com outros olhos, as verdades não estão contidas em números e sim na historia, nos fatos, nos ATOS!
    Sem boa formação, sem planejamento, não há carisma nem vontade de vencer que leve um país para o sucesso. Use de seu maior direito, o do voto, para mudar o rumo que o país esta seguindo, chega de Mensalões, escandalos com dinheiro público, chega de aparecer na mídia com ‘cara’ de coitado dizendo que nao sabia de nada..se nao consegue controlar algumas centenas de pessoas dentro do proprio edificio ( palacio do governo ) como pretende governar um país inteiro? Como quer governar o Brasil se não consegue deter, na verdade diz que nao chegou nem a ter conhecimento de que esse escandalo estava acontecendo ‘debaixo de seu nariz’, se nao consegue ser criativo para inovar e melhorar o pais e tem que utilizar das ideias dos outros para se beneficiar pelo menos seja honesto ao ponto de se admitir corrupto!
    Chega desse governo de injustiça e corrupçao onde o pobre fica cada vez mais pobre e o rico cada vez mais rico, de que adianta aumentar salario minimo se ‘por baixo dos panos’ o dinheiro dos impostos vai pro bolso de bandidos.

    Avalie o comentário: Positivo 9 Negativo 2

  14. altamiro de souza campos disse:

    gostaria que me informace, os 8 anos FHC. e 8 anos Lula. 2 anos Dilma:
    salario minimo, porcentagem de impostos, inflação anual, sendo listado, ano a ano, 2002 a 2012,
    preciso saber poder de compra do salario minimo, pois quem pagou mais, com impostos e inflação, quanto sobrou ao pagar impostos sobre os gastos do salario minimo de compra, FHC ou LULU ou DILMA.
    Pois hoje salario minimo é R$622,00 – impostos mais inflação, so sobra do salario minimo R$311,00, quer dizer o poder de compra do salario minimo é de R$300,00, ainda usaram calculo para ajustar janeiro salario minimo com
    base do ano 2011, salario minimo ja começa 2013, perdendo ajuste 2013, mais os parlamentares e funcionario publico, não tem estes calculo.
    Quem é mais administrativo PSDB. FHC ou PT com Democracia, Lula e dilma, quero saber?

    Avalie o comentário: Positivo 8 Negativo 0

  15. Nilson disse:

    Discussão inócua e sem resultado prático algum. Mas vale destacar apenas que, sem desmerecer o mérito dos resultados do governo Lula, encontrar a casa arrumada, com o plano Real combatendo a inflação e garantindo a economia do país, com as privatizações (tão combatidas pelo PT) dando um novo impulso ao Brasil, através da melhoria da telefonia, das comunicações, da industria automobilística (entre outras), é evidente que ficou mais fácil administrar este ‘Gigante Colosso’. Até porque, com a abertura das comunicações com o mundo, a globalização batendo em nossa porta, não se pode errar muito e querer seguir um caminho à margem do que ocorre no planeta.
    O importante é destacar que o Brasil não foi e não é feito por um ou outro governo, partido ou grupo político. Nós somos o país. Com nossas opiniões divergentes, conflitantes (que seja) mas sempre pelo bem comum: um país soberano.
    E que estas discussões continuem, visando sempre alertar aos políticos que o ‘povo’ está atento. E como irmãos que somos (filhos deste solo, mãe gentil…), sempre haveremos de divergir em algumas opiniões, mas se necessário, estaremos lado a lado, para defendermos a soberania desta ‘pátria amada, Brasil’.
    Esclarecendo: não é ufanismo, mas orgulho de ser brasileiro.

    Avalie o comentário: Positivo 4 Negativo 1

  16. Samara disse:

    LEN : DA VERGONHA DE VER UM PETISTA IGNORANTE FEITO VOCÊ.!!!

    EU SINCERAMENTE NAO ACREDITO QUE ALGUÉM QUE TENHA ACESSO A BOA INFORMAÇÃO DEFENDA UMA PESSÔA QUE COMO JÁ DISSE NOSSO GÊNIO E CIENTISTA POLÍTICO ENÉIAS:

    “vossa excelência nao tem o minímo de arrumaçao intracromossomial especifica para dirigir esse país ” isso sim é uma forma categorica de chamar uma pessoa de burra!

    http://www.youtube.com/watch?v=OH6S9bByGM8

    ENEIAS FOI UM GÊNIO INJUSTIÇADO, FOI CRÍTICO FERRENHO DO GOVERNO LULA, O MAIS CORRUPTO DE TODOS SEGUNDO ESPECIALISTAS!!!!

    TENHO PENA DE GENTE COMO VOCÊ QUE APOIA DEMAGOGIA E QUE É A FAVOR DE DÁ ESMOLA PRO POVO!!

    O POVO NECESSITA DE EDUCAÇÃO E SAÚDE PRINCIPALMENTE!!

    EDUCAÇÃO, EDUCAÇÃO E EDUCAÇÃO, SÓ ISSO VAI MUDAR NOSSO PAÍS!!!

    TENHO VERGONHA DE GENTE COMO VOCÊ QUE APOIA CORRUPTO!!

    LULA FOI O PAI DO MENSALÃO, NA MINHA OPNIÃO DEVERIA SER PUNIDO NO MÍNIMO!

    QUE DEUS ABENÇOE A TODOS NÓS. MUITO OBRIGADO!

    Avalie o comentário: Positivo 5 Negativo 0

  17. Fernando disse:

    Parabéns pela pesquisa. O Lula realmente criou muita coisa boa pros brasileiros e Dilma também! O PT enfim.. Dentre eles podemos citar a FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇA (FNS) para repressão de trabalhadores, agricultores e jovens; a entrega do petróleo nacional (Pré-Sal) nas mãos de empresas estrangeiras (trilhões de reais vergonhosamente dados para grndes empresas transnacionais – maior privatização da história do país); o menor índice de entrega de terras à agricultores pobres desde antes de FHC (reforma agrária que longe de sair do papel só faz manter as terras nas mãos dos latifundiários – parceiros políticos do PT); Os maiores índices de lucro dos bancos privados de todos os tempos (banqueiros que lucram bilhões em poucos meses enquanto o povo que recebe esmolas e migalhas, morrendo nos hospitais e nas favelas) E agora se ensaia a entrega da exploração do gás de Xisto do solo brasileiro; Não vou nem entrar no mérito das denúncias de corrupção porque estas foram também realizadas por todas as siglas partidárias, o PT tem seu mensalão, os tucanos tiveram seu mensalão e todos continuam tendo por baixo dos panos sempre seus roubos de dinheiro do povo;
    Maior roubo que todos esses, é a entrega que todas esses partidos eleitoreiros (independente da sigla – PT, PSDB, PMDB etc) fizeram e fazem do país para o grande capital internacional!

    Pensem: onde estão as grandes indústrias nacionais com capital 100% brasileiro? Faliram ou foram entregues à multinacionais estrangeiras, as indústrias que ainda subsistem estão tão debilitadas que são somente de médio ou pequeno porte. Desafio à todos que estão lendo esta matéria à contarem nos dedos pelo menos 7. Nem a Caloi resistiu, foi comprada pela canadense Dorel. E assim segue.
    Por isso digo que todas essas siglas: PT, PSDB, PMDB, PSOL etc.. são todos farinha do mesmo saco!! Travestidos de diferentes nomes e aparentes “programas” todos servem à manutenção do Brasil como quintal de interesses das ditas grandes potências (imperialistas).
    E os protestos só mostram que o povo está percebendo a cada dia mais, aos interresses de quem esse Estado brasileiro serve: aos interesses das multinacionais, dos grandes bancos e dos latifundios.
    O povo está nas ruas e não sairá delas porque está cansado de todos esses eleitoreiros que se dizem esquerda, direita, verdes, mas no fim defendem sempre os mesmos interesses: os interesses dos banqueiros, das grandes elites brasileiras.
    O povo NÃO está nas rua sPORQUE vivemos em um país mais democrático! O povo ESTÁ nas ruas porque está indignado! Assim como fez também na época da ditadura militar fascista! O povo foi às ruas, lutou contra a ditadura fascista em 1964 e agora em 2013/2014 vai novamente às ruas e luta contra essa falsa democracia genocida, que criminaliza a pobreza com as UPPs e a FNS.
    A “democracia” em que vivemos, a democracia das elites, da burguesia, é, na prática e na verdade, a ditadura para o povo, para os trabalhadores. É a bala de borracha e bomba contra os milhares de cidadãos que lutam por direitos, por um lugar para morar, por condições dignas de vida.
    E para desmascarar de vez esse MITO criado por esses OPORTUNISTAS DO PT E COURRIOLA de que existe um “GOLPE DE DIREITA”, só tendo uma enorme miopia política, completo desconhecimento ou não tendo participado concretamente de mais que uma das manifestações para afirmar tal ABSURDO!!

    Tenho certeza que estamos distantes de uma revolução socialista vermelha, mas os protestos que se desenvolvem têm todo cunho da verdadeira esquerda revolucionária, antieleitoral, vermelha, antiburocrática e comprometida com o povo!!

    Amanhã vai ser maior!! 2014 nos espera!

    Avalie o comentário: Positivo 4 Negativo 1

  18. Eduardo almeida disse:

    Quero ver se tem algum PTista MACHO para comparar o Brasil antes de FHC e depois de FHC!!! não tem coragem são covardes atiram a pedra e esconde a mão!!! ah, me esqueci!!! Sarney e Collor são aliados de vcs!!! parabéns!!!

    Avalie o comentário: Positivo 0 Negativo 1

    • Rodrigo disse:

      Acho que não há dados para isso, não online pelo menos.
      O importante que o Brasil está melhor.

      Avalie o comentário: Positivo 1 Negativo 0

    • Não podemos negar que o governo FHC foi bom: Foi bom para o FMI; foi bom para os banqueiros “amigos”; bom para endividar o país; bom para comprar dólar mais caro e vender mais barato; bom para afundar a plataforma P-36 para influenciar a opinião pública sobre a venda da Petrobras (Petrobrax); bom para sucatear as rodovias do país; bom para sucatear a PF, Marinha, Exército e Aeronáutica; bom para doar a VALE: Por (3,3 bi) valor sub faturado apenas de sua infra estrutura e dando de brinde todo o minério e mais a Serra dos Carajás (que tem estimados 100 vezes mais ouro que Serra Pelada); bom para frear a PF contra corrupção tucana; bom para criar o engavetador da República; bom para barrar CPI’s; bom para comprar deputados para reeleição…

      Avalie o comentário: Positivo 0 Negativo 0

  19. Rodrigo disse:

    Ola, usando os dados em:
    http://www.dieese.org.br/notatecnica/2013/notaTec132SalarioMinimo2014.pdf

    Eu recalculo que o aumento o número de cestas básicas compradas com o valor do salário mínimo (usando valor de 2.06 referente ao ano de 2010). Logo no governo Lula o aumento é de:
    1,42 -> 2,06 = 45%, ao invés de “1,42 – 2,17 – > 53%”. Ainda assim superior ao do FHC.

    SObre o valor da inflação, usando os dados do IPCA em:
    http://www.dieese.org.br/notatecnica/2013/notaTec122inflacao.pdf

    Tem os valor de 2003 a 2010 de :
    9,30 7,60 5,59 3,14 4,46 5,90 4,31 5,91

    O que fornece uma inflação acumulada no governo Lula de 46,21%, menor do que os 54,03% mostrados neste texto.

    Abraço.

    Avalie o comentário: Positivo 1 Negativo 0

    • LEN LEN disse:

      Rodrigo, o post foi escrito no início de 2010, portanto com os números relativos até o ano de 2009.

      Avalie o comentário: Positivo 1 Negativo 0

      • Rodrigo disse:

        Ola, eu coloquei estes dados porque o arquivo de referência não abre. Acho que foi substituído por algum outro mais atual. BOm fica como referência para quem quiser conferir outros dados, afinal é ano de eleição.

        Avalie o comentário: Positivo 0 Negativo 0

  20. Vamos fazer uma conta mais prática.
    10 pães na época do FHC = 1 real.
    10 pães no governo PT = 4 reais.
    Aumento de 300% (isso só no pão)

    Mas o salário só aumentou em 100%

    Quando pensam em aumento de salário como benefício à população, deve ser analisado também o aumento no custo de vida.

    Avalie o comentário: Positivo 0 Negativo 0

    • LEN LEN disse:

      Nossa Zuleide, devemos te considerar um instituto de pesquisa?

      Eu acho tão engraçado isso, mas é bom que apareçam comentários como esse para a gente mostrar como tratamos com fatos, as inverdades postadas por comentaristas que tentam rebater fatos postados aqui.

      Matéria do Estadão, tucano até a alma de 21/11/2002, apagar das luzes do governo do FHC:
      Pão Francês passa de herói a Vilão – http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,pao-frances-passa-de-heroi-a-vilao,20021121p14223
      A reportagem mostra como o pãozinho foi de R$ 0,07 no governo ITAMAR para alcançar R$ 0,30 já no governo FHC, um aumento de mais de 300%

      A senhora deve estar com problema de memória ou apagou o desastroso segundo mandato de FHC, o que não tiraria a sua razão porque aquilo foi um pesadelo mesmo

      https://www.youtube.com/watch?v=Q4Kwz4JOaaQ

      Avalie o comentário: Positivo 0 Negativo 0

      • José disse:

        Os simpatizantes do PT usam como principal argumento de defesa da atuação seu partido (imagino que apenas para o governo Lula porque, qualquer que seja o indicador, o governo Dilma é indefensável) a melhoria das condições socioeconômicas entre os anos de 2003 a 2010. Esquecem porém que o Brasil, neste período, cresceu abaixo da média de crescimento da América Latina (4,0 % contra 4,7%). O inverso do que ocorreu entre 1994 e 2002, embora com médias menores (2,7% contra 2,3%). Se incluirmos os anos de 2011 a 2013 a comparação piora muito para o Brasil.
        Por que TODOS os países produtores de commodities cresceram muito neste período, com crescimento de uma “nova classe média”, redução da desigualdade, aumento de salário mínimo, etc? Por causa do inédito e estratosférico aumento dos preços e da demanda de commodities por parte de países asiáticos (destaque para China e Índia) que na década de 90 foram fontes de crises recorrentes que atingiram em cheio países emergentes (Brasil incluído) e que, nos últimos 12 anos, se tornaram a principal fonte do crescimento deste grupo de países. O principal mecanismo dessa mudança estrutural que eliminou a principal restrição ao crescimento de países subdesenvolvidos (insuficiência de reservas internacionais) foi a radical mudança dos chamados “termos de trocas” destas economias. Em outras palavras: uma tonelada de commodities, exportada por esses países produtores, passou a comprar um múltiplo muito maior (3, 5, 7 e até 10 vezes) de produtos que esses países eram capazes de comprar. Isto resultou num acúmulo estupidamente maior de reservas internacionais e por conseqüência uma redução radical do risco de investimentos nesses países com reflexos positivos sobre a dívida externa, inflação, juros e investimentos estrangeiros nestes países. Tudo somado, o que se viu foi um boom de crescimento de países emergentes iniciado em 2003, mas que o Brasil, por conta dos estragos na inflação por conta da eleição de Lula, só pode pegar carona depois de dois anos de ajustes comandados por Palocci, na Fazenda, e Meireles no Banco Central.
        Até 2001, Brasil exportava cerca de US$ 50 bi /ano. Hoje exporta US$ 260 bi /ano. Sempre tivemos reservas internacionais da ordem de US 50 bilhões (até 2005). Hoje elas são de US 379 bilhões! Isso aconteceu em todos os países emergentes e mesmo em países desenvolvidos como Noruega (petróleo), Canadá (minério petróleo), Austrália (carne, minério) etc. Todos crescendo mais que o Brasil entre 2002 e 2010.
        Além desse bilhete premiado das commodities, tivemos o pré -sal (que a incompetência do PT vem atrasando os investimentos por mais de 6 anos) e ainda a própria crise de 2008 que fez as taxas de juros ficarem negativas e proporcionaram grande liquidez que fizeram essa dinheirama buscar as altas de juros brasileiras sem risco (incompetência em baixar a inflação) e mercados com algum potencial de crescimento (ele já se decepcionaram como o Brasil). Ou seja, não foi o Bolsa-Família (0,5% do PIB) e nem mesmo os aumentos do salário mínimo, todos iniciados no governo FHC (aumento 85% contra 100% do governo Lula), que elevaram o padrão de vida do brasileiro. Foi uma conjuntura extremamente favorável que mudou, estruturalmente, o poder de compra das populações dos países emergentes e do tsunami de dólares ociosos depois da crise de 2008. O dólar que chegou a mais de R$ 7 (a preços corrigidos), quando da eleição de Lula, está hoje em cerca de R$ 2,23 fazendo aumentar o poder de compra dos salários (inclusive importados e viagens ao exterior), manter a inflação relativamente baixa e aumento da arrecadação, que, por sua vez permitiu aumentar os gastos correntes do governo (salários e transferências de renda como Bolsa Família aposentadorias), aumentar o salário mínimo, aumentar o horizonte do crédito e por conseqüência destes aumentos de renda, aumentar o consumo e os empregos formais.

        Avalie o comentário: Positivo 0 Negativo 0

  21. Não podemos negar que o governo FHC foi bom: Foi bom para o FMI; foi bom para os banqueiros “amigos”; bom para endividar o país; bom para comprar dólar mais caro e vender mais barato; bom para afundar a plataforma P-36 para influênciar a opinião pública sobre a venda da Petrobras (Petrobrax); bom para sucatear as rodovias do país; bom para sucatear a PF, Marinha, Exército e Aeronáutica; bom para doar a VALE: Por (3,3 bi) valor sub faturado apenas de sua infra-estrutura e dando de brinde todo o minério e mais a Serra dos Carajás (que tem estimados 100 vezes mais ouro que Serra Pelada); bom para frear a PF contra corrupção tucana; bom para criar o engavetador da República; bom para barrar CPI’s; bom para comprar deputados para reeleição…

    Avalie o comentário: Positivo 0 Negativo 0

  22. José disse:

    você sabe o que aconteceu, desde 2002, nos países produtores de commodities, incluindo, além dos emergentes, a Austrália, Canadá e Noruega? Ouviu falar de termos de troca? Sabia que o Brasil cresceu, desde 2003, bem abaixo da média de crescimento da América Latina? Sabia que o Brasil cresceu na média (2,8%) mais que América Latina (2.3%) de 1994 a 2002? Sabia que foi o crescimento das exportações, cujos volumes multiplicaram várias vezes (graças ao países asiáticos) e que acabaram com a secular restrição cambial ao crescimento de países subdesenvolvidos? Sabia que vários países da America Latina, mesmo com péssimos governos, como a Argentina e a Venezuela, cresceram e crescem bem mais que Brasil por conta da importância das commodities nas respectivas economias? Sabia que os programas assistenciais contribuíram com menos de 25% da redução das desigualdades (a maior contribuição veio do emprego formal)? Sabia que os programas de transferência direta de Renda (os Bolsas) federais foram criados por FHC. Sabia que a única medida macroeconômica que o Lula fez, para ajudar o crescimento causado pelo boom de commodities, foi manter a política econômica de FHC (Metas de inflação, superavit primário, responsabilidade fiscal câmbio flutuante)? Que o Lula no segundo mandato e a Dilma agora, ao quererem inventar na politica econômica, produziram o menor crescimento dos últimos 20 anos?

    Avalie o comentário: Positivo 0 Negativo 0

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: